Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triângulo Tricotado

Triângulo Tricotado

A primeira camisola

4444 (56) (1).JPG

Um dos passos importantes para quem gosta de tricot é conseguir tricotar uma camisola.

Nem que seja muito simples, como foi o caso.

Andei uns tempos a pensar como poderia fazê-lo e cheguei a este modelo.

Sem mangas! As mangas ficam para a próxima!

Muito simples de tricotar, aqui fica a explicação.

Para quem quer arriscar num projeto um pouco mais complexo sem deixar de ser muito simples a execução, este é o projeto certo!

A camisola pode ser feita de duas formas:

- tricotar dois retângulos e cose-los na lateral deixando espaço para os braços e unir através de costura a parte de cima da camisola.

- tricotar em circular e evitam as costuras laterais, a camisola fica só com duas costuras mínimas em cima.

Fiz da segunda forma para fugir às costuras.

 

Usei o fio Belmonte, da Rosários 4 e agulhas 3,5.

Sou muito magra, uso um tamanho de criança, por isso, se quiserem tricotar esta camisola devem ter em consideração as vossas medidas. Para isso, façam uma amostra do fio que estão a usar e facilmente chegam ao número de malhas a colocar na agulha. Se alguém tiver dúvidas neste procedimento é só perguntar!

 

Coloquei 160 malhas na agulha. Tem de ser múltiplo de 4.

E comecei a tricotar em circular.

P4290314 (1).JPG

Usei dois marcadores:

- o marcador verde marca o inicio de volta,

- o marcador laranja marca a metade dos pontos. (80 para um lado, 80 para o outro).

O marcador de início de volta é indispensável, o outro não. Se não tiverem marcadores podem usar clips, por exemplo.

Fiz 5 carreiras com o ponto: 2 malhas em liga, 2 malhas em meia, 2 malhas em liga......

Ficou assim:

P4290317.JPG

Continuei a tricotar carreira atrás de carreira, sempre em circular, usando o ponto meia, até a camisola ter atingido o comprimento suficiente até ao braço. Para mim, com corpo de miúda de 12 anos foram precisas 110 carreiras.

P5130574 (1).JPG

De seguida dividi a peça em duas partes.

Deixei 80 pontos em espera e só tricotei os 80 restantes.

Nesta parte da camisola usei um ponto semelhante ao ponto olho de perdiz.

Para tricotar este ponto, o número de malhas na agulha tem de ser múltiplo de 4.

Este ponto funciona em grupos de 4 carreiras:

 

1ª carreira (lado direito da camisola): tricotar os três primeiros pontos em meia, passar o primeiro ponto por cima dos outros dois, ficam na agulha 2 pontos em vez de três; 4ª ponto em liga; repetir este procedimento nos próximos 4 pontos até finalizarem.

1111.jpg

2ª carreira (lado do avesso): meia, liga, liga, meia, liga, liga, continuar até ao fim da carreira.

1114.jpg

3ª carreira (lado direito da camisola): meia, laçada, meia, liga, meia, laçada, meia, liga...até ao fim da carreira. (voltamos a ter o mesmo número de pontos que anteriormente)

1113.jpg

4ª carreira (lado direito do avesso): meia, liga, liga, liga, meia, liga, liga, liga, até ao fim da carreira.

1112.jpg

 

No total fiz 32 carreiras, ou seja 8 grupos de 4 carreiras.

Rematei os pontos.

E iniciei o mesmo procedimento para os 80 pontos em espera.

Fiquei com duas parte iguais.

5 (58).JPG

Se acharem este ponto muito complicado podem trocar.

Neste momento estou a tricotar uma camisola do mesmo género mas optei por fazer esta parte toda em liga.

Estou a gostar do resultado.

 

No final e se optaram por tricotar em circular é só unir a parte de trás com a parte da frente.

10 (49).JPG

Não se esqueçam de bloquear a camisola, passar a ferro não é a mesma coisa!

3333.JPG

Agora é só esperar que o verão chegue depressa para poder usar a camisola.

Gostei de tudo neste projeto.

- tricotei a minha primeira camisola, ainda que sem mangas.

- adorei o fio, fiquei fã do fio belmonte.

- a camisola fica-me bem, parece que foi feita para mim!

E já tenho fio para outro projeto!

4444 (6).JPG

 

 

11 comentários

Comentar post