Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triângulo Tricotado

Triângulo Tricotado

Embrulhar Presentes | Sustentabilidade

Há alguns anos atrás mais ou menos por esta altura eu, a minha mãe e o meu pai fomos comprar alguns presentes de Natal ao Jumbo de Cascais (agora Auchan).

Nessa época os hipermercados eram novidade e meio mundo fazia compras de Natal por lá.

Eu devia ter uns 12, 13 anos e lembro-me de estar muita gente, filas gigantes para pagar as compras, filas ainda maiores para embrulhar os presentes. Nós na fila para pagar e a minha mãe lembrou-se que não tínhamos papel para embrulhar as prendas e pediu ao meu pai para ir buscar umas folhas.

O meu pai apareceu com um papel metalizado em tons de verde (uma moda da época, não o verde mas o metalizado!).

Quando chegámos a casa percebemos que o meu pai não tinha comprado uma, duas ou três folhas, não! O meu pai tinha comprado folhas que deram para embrulhar os presentes de toda a família durante vários anos.

O melhor foi que depois de termos conseguido despachar o papel metalizado todo, começamos a receber presentes (anos depois) com esse mesmo papel.

Ou seja, algumas pessoas da minha família fizeram a reutilização desse papel metalizado!

Muito bem, família!!! Gabo-vos o gesto, já o gosto, enfim! Não vamos falar sobre isso....

Esta é uma das formas de tornar o Natal mais sustentável e sem grande desperdício, reutilizar o papel, laços e sacos de outros Natais ou de outras festas.

Ah! Não escolham metalizados, papel é sempre melhor!

 

Se não tiverem restos aproveitáveis de outros anos podem optar por formas conscientes e aos mesmo tempo divertidas: jornais (de preferência com uma notícia agradável ou menos má!), mapas que já não usem e que ainda consigam aproveitar, calendários, bandas desenhadas, enfim, na nossa imaginação é que está o ganho!

 

Existe um método usado no Japão, chamado Furoshiki que pode também ser usado, é só pegar num tecido e embrulhar o presente de uma forma bastante peculiar. No final a pessoa que recebe o presente não vai atirar o pano fora, pode aproveita-lo para fazer um guardanapo, um food wrap, por exemplo.

Se quiserem aprender este método podem passar pelo instagram da Sofia Parapluie e seguir este vídeo. É muito fácil.

 

Em vez de laçarote e se não sobrou nada do ano passado, não comprem! Usem a imaginação. Um fio com uma árvore de Natal em crochet como expliquei aqui ou alguns elementos naturais tais como: um ramos de alecrim, uma rodela de laranja desidratada, ou um pau de canela deixam o embrulho diferente e sem problemas de maior quando for para o lixo.

 

Também podem usar um envelope feito por vocês. Este envelope não só embrulha o presente como também ficará presente porque pode voltar a ser usado.

IMG_20201208_095639 (1).jpg

 

Para fazer este envelope usei:

- fio damasco da Rosários 4;

- agulha de crochet n.º 3,5;

Podem seguir o vídeo! Divirtam-se!

Se por acaso receberem prendas de Natal embrulhadas em papel, sacos de papel ou caixas podem reaproveita-las para o ano que vem! Se ficarem danificadas e não derem para usar podem mesmo assim não colocar no lixo (nem na reciclagem!), algumas empresas recebem este desperdício porque dá para embrulharem e/ou acondicionarem produtos de novas encomendas, é o caso da Mind the Trash.

 

Feliz Natal sustentável!

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.